Voltar à terra

Receita de seitan spicy

- Julho 21, 2015 -

Esta receita de seitan com molho de tomate spicy e massa integral, foi-nos oferecida pela cozinheira Anita, do restaurante Jardim dos Sentidos. Se a quiserem ver a preparar esta e outras receitas é possível. Basta ligarem para o restaurante. 

A foto é de uma receita da Anita e dos Jardim dos Sentidos, mas não corresponde à receita.  Bom apetite!!! E obrigada pela receita, Anita!

Vamos então experimentá-la juntos.

Ingredientes:

Seitan (250gr)

molho de soja

gengibre (em pó)

malaguetas vermelhas

1 kg tomates bem maduros

2 cebolas

2 dentes de alho

azeite bio

paprika, cominho em pó (1 colher de sopa)

Massa integral (spaghetti, fusili…). Pode ser de quinoa, espelta, sem glúten…perceba a sua necessidade e curiosidade! Escolha-a de acordo com o que pretende.

Preparar o seitan:

Cortar o seitan em cubos pequenos ou tiras finas, como preferir. Marinar o seitan com ingredientes básicos como: gengibre em pó, molho de soja, limão. Sempre que preparar o seitan, mariná-lo é a melhor maneira de obter um bom sabor. O seitan absorve bem os temperos por causa da sua consistência fibrosa.

Preparar o molho:

A preparação do molho é bem simples e o pretendido aqui, além do sabor, é uma boa consistência, obtida através do tempo certo de cozedura. Os molhos, em geral à base de tomate, precisam de ser bem cozinhados, no mínimo por 30 minutos.

Numa panela colocar azeite, cebola picada, alho, malagueta e gengibre, até libertarem bastante aroma. Mexa sem deixar tostar, apenas para perderem água. Adicionar os tomates também picados e os restantes condimentos. Numa outra panela, pode fritar o seitan, de preferência sem muito azeite. Se começar a colar ao fundo da panela, acrescente fios de água, até que o seitan fique com uma cor mais dourada. O último passo é juntar o seitan ao molho que está a cozinhar, durante pelo menos 10 a 15 minutos. Terminar unindo todos os ingredientes.

Claro que estes ingredientes podem sempre ser alterados. É importante seguir a nossa intuição e tentar melhorar receita ou pôr um pouco da nossa personalidade no prato que vamos servir.

A massa:

A consistência da massa é fundamental. Geralmente as massas integrais, de cereais, de algas ou sem glúten, têm uma consistência mais firme que as outras. São, naturalmente, mais “al dente”. Se preferir bem cozida, é só deixar na panela mais tempo que o normal. É importante lembrar que na cozedura das massas, o sal de boa qualidade e o fio de azeite vão ser responsáveis por dar-lhe sabor e torná-la perfeita. Termino esta massa acrescentando coentros ao molho e à cobertura, pois para uma opção mais vegan, convém evitar os queijos.

DSCF5896

 


 Fotos: Estelle Valente

 

 

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Os campos marcados com * são obrigatórios.