Voltar à terra

Menos ego e mais eco

- Junho 17, 2015 -

Numa estadia no Hotel Inspira (hotel premiado pelas suas preocupações em relação à ecologia e sustentabilidade), resolvi partilhar convosco uma foto junto aos produtos biológicos que compro e uso nos meus cuidados pessoais. Gostava de vos ajudar e de ponderar convosco sobre o valor real destes produtos. O que parece mais caro agora, reflete-se depois na nossa saúde, isto para não estar a falar do futuro do planeta. A verdade é que temos sempre uma tendência mais ego e menos eco. Mas, por exemplo, se formos comprar uma casa, vamos comprar uma suja e cheia de humidade? Mesmo estando a pensar que podemos fazer obras, não temos vontade de viver nela com fendas no teto ou buracos no chão. Eu penso assim quando compro estes produtos. Vou a supermercados biológicos e penso que vou poupar nos médicos, o que na realidade já acontece. Acho que não tomo antibióticos e medicamentos desde que tenho vindo a mudar os meus hábitos, tanto os alimentares quanto os de cuidados de beleza. Ainda me falta um longo caminho a percorrer, ainda não encontrei cremes para o rosto biológicos com que me dê bem e os produtos de maquilhagem que uso também não são bio. Às vezes, faço tratamentos capilares com produtos que ainda têm alguns químicos. E este processo de descobrir o melhor creme biológico e com preços acessíveis é um processo individual e longo. Por exemplo, em relação ao desodorizante, ainda demorei bastante tempo a comprar diferentes marcas, até escolher aquela com que me dou bem agora. E gostava muito que existissem laboratórios de cosmética biológica em Portugal. Há óleos essenciais de quintas biológicas portuguesas que uso para pulverizar a casa e também faço limpezas na casa só com produtos ecológicos que irei partilhar convosco em breve. Aguardo os vossos comentários.

 

produtosinspira2

Inspira Santa Marta Hotel Lisboa

Roupa: Escada

Brincos: Swarovski

Fotos: Rui Alves

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Os campos marcados com * são obrigatórios.