Voltar à terra

Fazer da Cozinha Uma Farmácia no Verão

- Julho 23, 2017 -




Vem aí um novo workshop do curso Fazer Da Cozinha Uma Farmácia no dia 29 de JULHO de 2017, na Quinta do Arneiro.

Veja mais em https://projetosafira.wordpress.com/

HORÁRIO:
Das 10h00 às 18h00.

Descrição: Na emblemática obra “A República” de Platão, Sócrates faz-nos um retrato da cidade ideal: uma cidade sem excessos, com uma dieta de base vegetal. Dizia ele que uma cidade de excessos seria uma cidade inflamada, e que por sua vez um estilo de vida “inflamado” daria origem a doenças, injustiça e guerras. Este perspicaz diagnóstico não poderia ser mais contemporâneo.
Vivemos um tempo de excessos alimentares num mundo onde as doenças não-transmissíveis são a principal causa de morte, sendo responsáveis por mais mortes do que todas as outras causas juntas. Uma grande parte dessas doenças, cerca de 80%, poderiam ser evitadas se alterássemos os nossos hábitos de estilo de vida, ou seja, se fizéssemos uma alimentação equilibrada, exercício físico, não fumássemos e controlássemos o peso.
O cancro faz parte desse grupo de doenças crónicas que alcança hoje proporções epidémicas, atingindo 1 em cada 2 pessoas até ao final da sua vida. No entanto, apenas 5 a 10% de todos os cancros são de natureza genética hereditária. A grande maioria dos casos de cancro depende de fatores ambientais que podemos controlar ou modificar, dos quais cerca de 30 a 40% estão relacionados com o que comemos e falta de exercício físico.
Somos por isso uma parte importante deste problema de saúde global. Se é verdade que o cancro é uma doença muitas vezes fatal, não tem de ser fatalista e não temos de nos resignar a uma atitude passiva. Com o que sabemos hoje, temos a possibilidade de assumir um papel ativo e passarmos a ser a solução.
A alimentação é uma das formas mais eficazes de reduzirmos de forma significativa o risco de termos cancro e outras doenças. Por outro lado, a dieta que fazemos está longe de ser um problema apenas da esfera pessoal. As implicações do que comemos são transversais a muitas outras dimensões, nomeadamente sociais e planetárias.
A dieta ocidental é uma dieta de excessos em tudo, menos em vegetais, frutos, cereais integrais, leguminosas, sementes e frutos secos. Consegue por isso concentrar todos os principais fatores de risco conhecidos para as doenças crónicas mais comuns e deixar de lado os alimentos protetores. Este padrão alimentar, representa não só uma fatura pesada para a saúde pública, como sobrecarrega os encargos com saúde assumidos pelos sistemas de saúde.
Além disso, o excesso de alimentos de origem animal, principalmente de carne vermelha, é uma das principais causas do aquecimento global. Nesse sentido, em vez de falarmos de dieta saudável, hoje é mais atual e adequado falarmos de dieta sustentável, ou seja, simultaneamente saudável para nós e para o planeta. As dietas de base vegetal são aquelas que melhor conseguem reunir essas características, sendo que não só podemos considerar que são as dietas do futuro, como o próprio futuro depende delas.
Uma dieta de base vegetal faz também parte de um conjunto de recomendações que existem para a prevenção do cancro, juntamente com outras como: reduzir o consumo de carne vermelha, evitar as carnes processadas, controlar o peso, fazer exercício físico, limitar o consumo de bebidas alcoólicas, evitar as bebidas açucaradas e os alimentos hipercalóricos, entre outras. De acordo com as evidências que existem, se seguirmos estas recomendações poderíamos evitar mais de um terço de todos os cancros.
Este workshop é uma versão introdutória ao curso “Fazer da Cozinha uma Farmácia”, no qual procuramos transformar o conhecimento que existe hoje sobre alimentação saudável e o seu papel na prevenção do cancro.

Destinatários: todos aqueles que pretendam ter um conhecimento prático, baseado em evidências, sobre o papel da alimentação numa vida saudável, com especial destaque para a prevenção do cancro. Todos serão bem-vindos, desde profissionais de saúde, até pessoas que estejam a lidar com a doença ou apenas por interesse pessoal no tema.

Métodos: O workshop será teórico onde procuramos transmitir uma informação rigorosa e bem fundamentada sobre cancro e nutrição, apoiada em materiais didáticos e projeções de documentos relevantes. No final os alunos poderão usufruir de uma refeição nutritiva e saudável e ainda levarão para casa um cabaz com produtos biológicos da Quinta do Arneiro.

Temas que são abordados ao longo do workshop:
• Doenças não-transmissíveis;
• Características e riscos da dieta ocidental;
• Hábitos alimentares dos portugueses;
• Estilo de vida e prevenção de doenças;
• Factos e números acerca do cancro;
• Recomendações oficiais para a prevenção do cancro (AICR/WCRF, OMS, IARC);
• Malnutrição e obesidade;
• Exercício físico e cancro;
• Carnes vermelhas e processadas e risco de cancro;
• Dietas de base vegetal e cancro;
• IGF-1, aminas heterocíclicas, ferro heme, trimetilamina, Neu5Gc e risco de cancro;
• O impacto para o ambiente da alimentação;
• Dietas sustentáveis – definição;
• Álcool e risco de cancro;
• Laticínios e risco de cancro;
• Blue zones;
• Recomendações alimentares;
• Comparação de rodas dos alimentos;
• Dietas de base vegetal – estado da arte e recomendações;
• Fibra e cancro;
• Fontes e cuidados a ter com macro e micronutrientes (proteína, minerais, vitaminas)
• Planeamento saudável de dietas de base vegetal;
• Impactos da alimentação e estilo de vida para a saúde, sociedade e ambiente;
• Definição e mecanismos biológicos do cancro (assinaturas, carcinogénese, inflamação, angiogénese, metabolismo, telomerase, epigenética);
• Alguns mitos;
• Fitoquímicos e seus mecanismos (polifenóis, carotenoides, flavonoides, isotiocianatos, indóis, compostos allium, isoflavonas, lignanas, etc.);
• Formas de preservar e potenciar efeitos dos fitoquímicos;
• Alimentos protetores e suas propriedades (crucíferas, allium, soja, açafrão, cogumelos, linhaça, frutos vermelhos, fibra, chá verde, cacau, azeite, leguminosas, tomate, etc.);
• Formas de confeção adequadas;
• Importância e forma de confeção das crucíferas;
• Os mitos da soja: importância para a prevenção do cancro e propriedades e metabolismo das isoflavonas;
• Propriedades e confeção dos allium (alho, cebola, etc.)

 

PREÇO:
80,00 € – inclui almoço e uma oferta de produtos da Quinta, que o/a irão ajudar a começar a sua “farmácia” com sugestões do Gabriel.

INSCRIÇÕES:
EMAIL aquinta@quintadoarneiro.com
ou TEL: 912982220 / 261961219.
Azueira – Mafra (estamos a 30min. de Lisboa) www.quintadoarneiro.pt

 

Para updates diários;

sigam-me no facebook 

ou  no Instagram @anabelateixeiraoficial

 

Categoria: Alimentação e Receitas

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Os campos marcados com * são obrigatórios.