Voltar à terra

A importância das abelhas

- Novembro 1, 2015 -

Uma conversa nos jardins da Fundação Gulbenkian, com a arquiteta paisagista Paula Corte Real, fez-me descobrir mais sobre um tema perturbador. A importância das abelhas no nosso ecossistema.

Há vários motivos para as abelhas estarem a morrer. A apicultura tradicional tenta recuperar a forma natural que respeita o tempo de vida destes insetos. O enxame é como um organismo vivo e cada parte dele tem as suas funções. É necessário preservar o tempo de enxamear, que é o período em que a abelha-rainha leva o seu grupo para um local onde irão criar uma nova colmeia. As abelhas batedoras saem antes  para fazer explorações e descobrir qual o local onde poderão viver. Ao encontrá-lo, emitem danças com vibrações, atraindo as companheiras. Das abelhas e das suas viagens, resulta a polenização. Quando o pólen é distribuído, várias espécies aparecem.

As abelhas correm risco de vida. As radiações eletromagnéticas, imensas na nossa era, são, entre outros fatores, como a poluição, grandes responsáveis pelo seu desaparecimento. Já estão a ser estudadas várias formas de salvar as abelhas e, inclusive, formas de permitir que elas  se reproduzam nas grandes cidades em paz e sossego.

Gostava de saber histórias que conheçam sobre abelhas. O meu avô era apicultor. E tratava-as com muita atenção, mesmo quando elas o picavam. Lembro-me dele dizer:  “Cuidado para não matarem as abelhas”. E de ver os favos de mel a aparecerem nos alguidares. Oferecendo o mel  tantos benefícios para a saúde, o que seria de nós sem as abelhas?

Agradeço os vossos comentários.

 

Fotos da horta e das abelhas da minha tia Adélia:

IMG_4406

IMG_4408

IMG_4409

 

Categoria: Nas Hortas

 

 

Deixe um comentário sobre Anabela Teixeira

2 comentários de “A importância das abelhas

  1. Boa tarde Anabela.
    Andava pelo google a pesquisar sobre abelhas e forma biológica de as manter saudáveis, e descobri o seu blog.
    Antes de mais, deixe-me dizer-lhe que já acompanhei o seu trabalho como atriz por diversas vezes, e considero-a uma excelente atriz.
    Quanto ao assunto das abelhas, embora viva em Lisboa, sou natural de Santarém, e este ano decidi recuperar uma antiga paixão do meu avô, colocando numa zona muito bonita e praticamente sem vestígios de pesticidas ou radiações, 30 colmeias, as quais tenciono colocar em modo de produção biológico.
    É um mundo fantástico aquele que nos é proporcionado pelas abelhas. Vai muito mais além daquilo que a visão de um frasco de mel ou pólen nos dá. É um vício conviver com estes seres.
    Fiquei fascinado por também saber que se preocupa com a importância dos alimentos biológico.
    Fica o convite para quando quiser, (com um fato apropriado) visitar o meu apíário.
    Continuação de um bom blog.
    Com os melhores cumprimentos
    José Marques

    • Muito obrigada pelo comentário e convite José Marques. Parabéns pelo trabalho que faz com as abelhas e por proteger dessa forma a biodiversidade do planeta. Fico feliz por saber que o blogue Voltar à Terra o pode inspirar. Beijinhos

Responder a Anabela Teixeira Cancelar resposta

Os campos marcados com * são obrigatórios.